Como fazer um resumo e lembrar de tudo: 5 métodos

As notas de inspeção não têm nada a ver com gravações de ditado. O professor dá uma palestra e um aluno consciente registra cada palavra – essa abordagem é extremamente incorreta. Transferimos essa experiência da escola para a universidade e depois para reuniões importantes, mas não ajuda a lembrar e entender melhor o material. Vamos descobrir o que é um bom resumo e quais métodos eficazes existem para registrar informações.

Como escrever um bom resumo

Sinopse é a seleção de informações importantes do texto principal e seu resumo. Pode ser baseado em uma apresentação oral ou uma fonte escrita.

A principal tarefa de um bom resumo é o benefício. Com sua ajuda, não apenas salvamos informações importantes, mas também as organizamos para estudos, lembranças e compreensão.

Algumas regras de resumo útil:

  • apenas pensamentos básicos são registrados, sem detalhes e detalhes;
  • existe uma hierarquia: títulos, subtítulos, listas;
  • navegação simples: introdução destacada, palavras-chave, conclusões;
  • o resumo está escrito com suas próprias palavras.

A seguir, listamos cinco métodos para manter resumos que incluem total ou parcialmente as regras listadas acima.

Método de Sugestão

Este método é mais adequado para as gravações mais detalhadas e rápidas.

Como fazer anotações?

O início de cada novo tópico deve ser colocado em uma linha separada e destacado em uma cor diferente ou em negrito.

Escolha seus pensamentos principais em uma palestra ou livro e escreva cada um em uma nova linha. As frases podem ser numeradas para facilitar a pesquisa de texto.

A numeração é necessária para se referir rapidamente a uma parte do resumo sem reescrever, simplesmente indicando o número da proposta.

Vantagens do método:

  • Adequado para notas de aula e livros didáticos.
  • Promove a audição ativa, pois grava apenas os mais importantes.

As desvantagens do método:

  • Pode facilmente se transformar em reescrever palavra por palavra.

Método Cornell

Este sistema foi desenvolvido para estudantes do ensino médio e universidades. O método pode ser usado tanto para anotações na sala de aula quanto para anotações do livro. É adequado para disciplinas humanitárias e exatas.

Como fazer anotações

Para fazer anotações, você deve escolher um caderno na régua e criar um modelo para anotações com antecedência.

Procedimento

  1. No canto superior esquerdo, escreva o tópico da palestra ou o título do capítulo.
  2. De baixo, conte de 5 a 7 linhas e separe-as com uma linha horizontal. Esta seção é para uma breve recontagem.
  3. Divida o campo restante com uma linha vertical em duas partes: a margem esquerda – ⅓ páginas ou 5-7 cm, a margem direita – ⅔.
  4. A grande margem direita destina-se a um breve resumo de uma palestra ou capítulo de um livro didático. Não escreva a palavra inteira em uma palavra, destaque os principais termos, idéias, exemplos e use abreviações.
  5. No pequeno campo esquerdo, anote as palavras-chave e as perguntas no material que o professor pode fazer no seminário ou exame. Esta coluna deve ser preenchida imediatamente após a palestra.

O campo inferior é usado para resumir as informações da coluna da direita: você pode adicionar definições-chave: “Estudamos o conceito de ***, que consiste em ***”, fórmulas, datas. Tente preenchê-lo no dia da palestra ou imediatamente após a leitura do livro. Este campo é necessário para memorizar o material e verificar como você entende tudo. Se você não souber explicar algo com suas próprias palavras ou escrever uma fórmula, retorne a elas novamente.

Como usar na preparação para os exames?

Para autoteste, use as perguntas na coluna da esquerda. Se você não puder respondê-las, vale a pena repetir o material total ou parcialmente.

Vantagens do método:

  • Adequado para notas de aula e livros didáticos.
  • Contribui para a compreensão de um grande fluxo de informações.
  • Ajuda a destacar importante no material.
  • Ajuda a tirar conclusões de escritas ou ouvidas.
  • Simplifica a navegação resumida.
  • Conveniente para preparação e verificação antes do exame.

As desvantagens do método:

  • Você precisa preparar um modelo para o resumo com antecedência.
  • Leva tempo para anotações adicionais imediatamente após a palestra.

Cartões mentais

Esta é uma ferramenta para a gravação visual de informações que permite fazer anotações, preparar-se para exames, criar planos para ensaios, ensaios, ensaios, trabalhos ou dissertações.

O mapa mental consiste nas  partes principais :

  • ponto de partida – para o estudo, este pode ser um tópico ou termo;
  • palavras-chave – tópicos, aspectos, questões que se afastam primeiro do tópico central e depois de outras palavras-chave;
  • ramos – afaste-se das palavras-chave e conecte-as a outras pessoas, quanto mais distantes do centro, mais finos os ramos se tornam.

Como criar um mapa mental?

  • No centro ou na parte superior da folha, use uma palavra ou figura para indicar o tópico.
  • Destaque os conceitos que incluem o tópico principal. Estique os galhos do centro da folha em direção a eles. Anote novos conceitos – tópicos de primeiro nível – no final de cada filial.
  • Comece a desenvolver temas de primeiro nível. Estenda ramos novos e mais finos, ao final dos quais colocam breves descrições, teses relacionadas ao nível anterior.

Para inspiração, veja um exemplo de um mapa mental para lembrar os sistemas do corpo humano.

Os mapas podem ser desenhados manualmente ou usar sites especializados: por exemplo, MindMeister.

Vantagens do método:

  • Adequado não apenas para registros de treinamento, mas também para trabalhadores (geralmente usado como uma ferramenta de brainstorming).
  • Permite fácil visualização de tópicos complexos.
  • Ajuda a entender como diferentes partes de um tópico estão relacionadas entre si.

As desvantagens do método:

  • Nos estudos, nem sempre é possível usá-lo separadamente, geralmente como parte do resumo principal.
  • Não é adequado para anotações rápidas de aula, pois leva muito tempo.

I2VCHP (SQ3R)

Este método é adequado apenas para tomar notas de um livro didático. Consiste em cinco etapas: pesquisa, perguntas, leitura, recordação, verificação – as primeiras letras que formam o nome. Vamos analisar os estágios com mais detalhes.

Pesquisa

Estude a estrutura do texto: títulos, subtítulos, termos destacados, números, fórmulas, tabelas. Essas etapas não devem levar mais de cinco minutos. Ao avaliar o texto dessa maneira, você pode decidir se precisa ler essas informações.

Perguntas

Formule perguntas para o texto. Por exemplo, converta cabeçalhos e subtítulos em perguntas ou tire-os de tickets de exame, tente rapidamente, sem ler, encontrar as respostas para eles no texto. Esta etapa não deve levar mais que cinco minutos.

Leitura

Comece a ler o texto, mas não se esqueça de procurar respostas para as perguntas da etapa anterior. Então você começará a não apenas ler o texto, mas trabalhar ativamente nele.

Recordar

Formule e anote as principais idéias do texto, responda às perguntas do segundo passo com suas próprias palavras. Leia como se você estivesse tentando explicar um tópico para alguém. Se você não consegue se lembrar da resposta para qualquer uma das perguntas, encontre-a no texto e releia a passagem necessária. Isso não levará muito tempo, pois você estudou minuciosamente a estrutura do texto.

Verifique

Releia seu texto. Compare com a fonte. Corrija os erros, se necessário.

Vantagens do método:

  • Bem adequado para a preparação para o exame.
  • Permite lembrar e entender o texto.
  • Ajuda a encontrar e corrigir rapidamente seus erros.

As desvantagens do método:

  • Não ajuda a organizar as anotações.
  • Não é adequado para gravar palestras.

Desenhando

Este método envolve o uso de desenhos e símbolos junto com o texto. Ele pode ser usado em palestras, leitura de livros, sessões de brainstorming e reuniões de negócios. De fato, todos nós estamos familiarizados com esse método nas aulas de biologia.

O método permite traduzir idéias básicas em imagens e formar relações visuais entre elas. Inclui desenhos, mas isso não deve assustá-lo, já que imagens incompletas são suficientes.

Por exemplo, você precisa entender como o cliente e o servidor da web interagem. Você pode descrever o procedimento com as palavras:

  1. O cliente entra em contato com o servidor DNS e procura o endereço real do site.
  2. O cliente envia uma solicitação HTTP para o servidor da web.
  3. A mensagem e a imagem do site são transmitidas pela Internet usando o protocolo TCP / IP.
  4. Se a solicitação do cliente estiver correta, o servidor envia os arquivos do site para o navegador em pequenas partes.
  5. O navegador coleta essas partes em um site completo e mostra para você.

Ou você pode usar um esquema simples:

Exemplos de esboços que você pode se inspirar no  Pinterest .

Vantagens do método:

  • Fácil navegação de material.
  • Você pode repetir rapidamente o material.
  • A compreensão vem através de imagens.
  • Adequado para preparação para exames.

As desvantagens do método:

  • Leva algum tempo, nem sempre adequado para uma palestra.
  • Você deve primeiro pensar na estrutura da imagem e só depois desenhar.

Os métodos de abstração listados não são adequados para todos; recomendamos que todos tentem determinar qual é mais conveniente e eficaz para você. Não se limite a um método: combine-os de acordo com a situação e suas necessidades.

Como você registra informações importantes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *